O que verdadeiramente me irrita

Num país onde ninguém se governa nem quer ser governado…

Impunidade…e a Justiça???

Foi com alguma indignação que recebi a notícia de que o tribunal decidiu não acusar ninguém no decorrer do processo da queda da Ponte de Entre-os-Rios, no concelho de Castelo de Paiva. Uma ponte centenária, fruto da vontade de homens que sabiam, de facto, fazer as coisas direitas, caiu, sem mais nem menos, ceifando a vida de todos os que iam naquele famigerado autocarro… Todos sabemos que a principal causa para a fragilidade dos pilares da Ponte Hintze Ribeiro encontra-se na extracção ilegal de areias do rio Douro. Ainda assim, e apesar dos constantes alertas feitos às autoridades competentes, nada foi feito para resolver o problema. Como sempre em Portugal, aplica-se a velha máxima: “Casa assaltada, trancas na porta”
O pior estava, contudo, para vir… Mais de três anos após a terrível ocorrência (o que, só por si, denota o atraso, muitas vezes mental, da Justiça Portuguesa), o tribunal decide não responsabiliar ninguém pelo acontecimento!!! Concerteza, deverá ter sido obra e graça do Espírito Santo…
Que a justiça tarda e falha, já todos nós sabemos!… O que não estavamos a contar era que o síndroma da impunidade grassasse, cada vez em maior quantidade, pelos tribunais portugueses. Por essas e por outras é que a velha justiça popular começa a ganhar um cada vez maior número de adeptos.

Este é o perfil de um País europeu do Terceiro Mundo capitalista como Portugal…
E isso, irrita-me profundamente!…

Anúncios

No comments yet»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: