O que verdadeiramente me irrita

Num país onde ninguém se governa nem quer ser governado…

Ali Am Erda…

Ouço uma reportagem na rádio, enquanto conduzo. Um tipo, suposto organizador de uma feira “muçulmana-cristã” em Santarém dizia, a bom tom que a feira serviria, acima de tudo, para recordar e celebrar a amizade que, durante a Idade Média, unia cristãos e muçulmanos…
Porra, pá, tantos anos de História, do 1º ano do ciclo até ao final do curso superior, e só agora é que me vêm falar da “amizade cristã-muçulmana”…
Ahhh, as saudades que tenho de ouvir falar de Geraldo Geraldes, o Sem-Pavor, grande amigo dos muçulmanos, assim como D. Afonso Henriques, criador da Associação Portucalense dos Amigos dos Árabes… foi pena terem inventado as palavras cruzadas… os árabes ficaram com as palavras (Almada, Algarve, Al-Usbuna [Lisboa], Mafamude…), os cristãos com as Cruzadas…
Ahhh, que saudades eu tenho do tempo em que as pessoas não vinham para a rádio dizer baboseiras…
Anúncios

10 comentários»

  Belzebu wrote @

Aliás essa amizade ainda hoje existe! Por acaso não fui a Santarém a essa feira porque o meu novo cinto de explosivos não ficou pronto a tempo!

eheheh! Saudações infernais!

  Barão da Tróia II wrote @

Eu fui, ali vimos a tal da amizade, claro se a coisa fosse durante os séculos que os rapazes cá estiveram não sei se seria amizade.

  Die Spellbound wrote @

Não leves muito a mal, mas o homenzinho tem razão…

…houve uma altura, pr’aí entre os séculos XIII e XII em que os árabes mandavam ‘nesta merda toda’.

Portanto que remédio tinham os lusitanos (portugueses, visigodos, ou que lhes quiseres chamar) se não viver numa espécie de “pax romana à la muçulmano”…

  Alien David Sousa wrote @

Grande novidade! Até me admira como o jornal da TVI não abriu com esta descoberta. Os miudos que vêem os morangos com açucar iam ficar ainda mais cultos.
God help us!

Karl usei um link para o teu blog num texto meu…só porque te roubei a frase: “o que verdadeiramente me irrita”. 😉

  Karl Macx wrote @

Pois, Die Spellbound…
Enquanto a Reconquista Cristã não chegou ao Sul do país, não existiam grandes focos do Cristianismo nas cidades. Depois dessas cidades term sido reconquistadas aos àrabes, o que sucedeu foi que alguns árabes se converteram ao Cristianismo (não muitos, como deves calcular…). Talvez daí venha a tal relaçao de amizade…
Mas muito concretamente, fazer uma feira medieval conjunta entre árabes e cristãos tem o mesmo cabimento que afirmar as excelentes relações durante a década de 40 entre judeus e nazis…
Pronto, eu sei que a História nunca foi o ponto forte nas escolas portuguesas mas eu faço os possíveis por esconder a minha ignorância, não venho para as rádios e as televisões gritá-la aos quatro ventos…

Belzebu lol 😉

Alien, “tás” à vontade… Mi casa es su casa… ehehehe

  Karl Macx wrote @

barão, espero que tenhas gostado… da amizade e da feira 😉

  Filipe Baldaque wrote @

o mal (ou bem) da comunicação social é que o povo atribui um saber superior a todos os que lá falam…assim podem dizer o que lhes apetecer que vai parecer muito sério e verdadeiro (exceptuando a tudo o que diz Francisco Louçã)

  Mónica wrote @

tá na altura de voltares para o 1º ano!

  Alien David Sousa wrote @

Andas desaparecido Karl?!

  Die Spellbound wrote @

Boa resposta!

Keep up the good work…


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: