O que verdadeiramente me irrita

Num país onde ninguém se governa nem quer ser governado…

América, América

Em Waldenburg, no Arkansas, o já não tão insólito aconteceu. Depois da fraude eleitoral na Florida, que resultou no primeiro mandato de George W. Bush, agora foi a vez de Randy Wooten, dono do bar local se considerar vilipendiado nos resultados das eleições locais. Os 80 eleitores que participaram no plebíscito para nomear o novo presidente da câmara tinham, entre as várias opções, o nome de Randy Wooten que, como seria de esperar, votou em si próprio, tal como a sua esposa, bem como mais cinco ou seis pessoas, o que lhe garantiria, a priori, cerca de 10 por cento dos votos. Qual não foi o seu espanto quando a sua esposa, quando se dirigiu à edilidade local para aferir dos resultados da eleição, constatou, para espanto de todos, que Randy Wooten que teria, de certeza absoluta, pelo menos o seu voto, constava da lista eleitoral como não tendo nenhum voto. É isso mesmo: 0 votos.
Espera-se agora que o candidato vilipendiado recorra à barra do tribunal.
Como nota pessoal, gostaria de agradecer à comissão eleitoral de Waldenburg, Arkansas, por me ter permitido usar a palavra vilipendiado três vezes no mesmo texto…
Anúncios

No comments yet»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: