O que verdadeiramente me irrita

Num país onde ninguém se governa nem quer ser governado…

Nova Oportunidade?

Na mais recente campanha governamental no sentido de iludir o futuro eleitorado fazendo-o acreditar que Portugal não está na cauda da Europa no que diz respeito às competências, aparecem, entre outros, um Pedro Abrunhosa como arrumador de casa de espectáculos com a seguinte frase: este é o Pedro Abrunhosa que não estudou…
Dois pontos a ter em conta:

1- Não é preciso ter um doutoramento para ser um artista de sucesso (que se saiba, o Tony Carreira não é Engenheiro de Sistemas e vende como o caraças);

2 – Não é desprestigiante ser arrumador de casa de espectáculos, trabalhar numa lavandaria, ou ser varredor, lixeiro ou cantoneiro. Aliás, bem feitas as contas, quantos licenciados não estarão a trabalhar nessas profissões? O Governo devia era ter vergonha e as pessoas que trabalham nessas profissões deveriam ser os primeiros a reclamar! Até porque se todos fossem “doutores” e “engenheiros”, queria ver quem varria as ruas…

Por isso, Sr. Primeiro-Ministro, tendo em conta a mais recente polémica envolvendo as suas habilitações literárias e o crescente número de licenciados no desemprego, que tal usar esta minha humilde contribuição para a próxima campanha???

Anúncios

8 comentários»

  Yashmeen wrote @

Bolas. Ter lá andado o Socas é má publicidade para qualquer faculdade.
Eu mudava para outra 🙂
Afinal, uma universidade portuguesa que não ensina um aluno a “dar um jeitinho” à sua licenciatura/notas não pode ser nada de jeito.

  moby wrote @

A ideia, e tendo em linha de conta a evolução da taxa de desemprego actualmente, é ter uma publicidade onde se pode ver a foto de um desempregado, e numa linha em evidência surge:

-“Eu estudei, agora estou na merda”

Num ponto de vista mais filosófico, posso dizer que pelo menos ficaremos com uma camada de desempregados altamente qualificados ao nível dos melhores da Europa.

  Jukinha Má-Onda wrote @

Como isto está a andar, Portugal vai acabar por ser o maior exportador de mão de obra qualificada na europa. Bem vejo os meus colegas que de curso na mão vão facilmente arranjar trabalho noutros países, ganhar bem e sem serem explorados.

  Paulo Alves wrote @

Pois. Este é o Portugal que não enfrenta tempestades (porque só tem doutores bem vestidos) e acaba a rastejar.

  Anonymous wrote @

Fossem para trolhas!
Querem ter o canudinho…
Este país está cheiro de “doutores”.
Olhem lá, ó queixosos… já repararam que à falta de trabalhadores rurais?
Aprendam a tirar leite das tetas das vacas.
Querem trabalho, querem?.. Também eu!

  Karl Macx wrote @

E tu, anónimo, já pensaste em ir para trabalhador rural?

  aitb wrote @

gostei mto do post e da ilustração karl.. assino por baixo.

🙂

au revoir

  Alien David Sousa wrote @

LOL Muito bom Karl…não há nada mais a acrescentar.
beijos


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: