O que verdadeiramente me irrita

Num país onde ninguém se governa nem quer ser governado…

Regresso aos Feudos…

PS admite deixar cair executivos monocolores” – In Jn.pt
Um dos principais objectivos da futura lei é eliminar bloqueios de gestão inerentes às chamadas maiorias relativas, isto é, situações em que o partido mais votado tem os mesmos ou menos vereadores do que toda a oposição, como acontecia na Câmara de Lisboa antes das intercalares.
Ou seja, traduzindo para linguagem de gente, com esta Lei, o PS e o PSD (detentores de mais de 80 % das autarquias), conseguem, ao vencer as eleições, ter, independentemente da percentagem de votos, uma maioria absoluta de metade dos lugares do executivo mais um, o que garante, desde logo, que os preceitos democráticos inerentes a existir um confronto de forças vão por água abaixo e que o partido vencedor pode, desde logo, “dispensar” qualquer oposição…
Trata-se de mais uma solução SIMPLEX: para eliminar burocracias, elimine-se a oposição. Afinal de contas, Portugal já viveu no tempo do feudalismo e ainda cá estamos para contar a história…
Anúncios

No comments yet»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: