O que verdadeiramente me irrita

Num país onde ninguém se governa nem quer ser governado…

Andar na VCI a 80Km/hora

É a recomendação de Carlos Lage, presidente da Comissão de Coordenação Desenvolvimento Regional (CCDR) do Norte, para diminuir o ruído, a emissão de gases de efeito estufa e os impactos ambientais.

Carlos Lage não deve circular na VCI, concerteza. Senão, saberia que ninguém anda a 90 km/h (velocidade máxima permitida na actualidade) – excepto nos radares.
E se Carlos Lage disser que o faz, a probabilidade é de estar a mentir.

Carlos Lage devia também saber que a zona urbana do Porto com índices mais elevados de poluição é a das Antas / Praça de Velasquez. Lá, devia andar-se a 50 km/h. Imagine o que são milhares de carros parados num semáforo e depois diga se polui mais ou menos do que o habitual. 

Rio Fernandes, geógrafo e investigador da Universidade do Porto, ajuda à festa: “O mal foi terem feito a VCI”. Gostava de saber como é que ele vai para o trabalho…
Talvez por uma ponte elíptica entre Porto e Viana do Castelo…

Anúncios

No comments yet»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: